terça-feira, 7 de dezembro de 2010

A Carícia do vento - Janet Dailey

Quando os pais de Sheila Rogers pedem para que ela espere um ano antes de casar-se o sedutor Brad Townsend ela se vê diante de uma terrível indecisão. Não queria contrariar seus pais, mas também não suportaria esperar um ano para casar-se com Brad. Sheila estava certa que seus pais não tinham verdadeiros motivos para achar Brad um caça-dotes.

Utilizando todo o seu poder de sedução Brad convence Sheila que o melhor a fazer é fugir para Juárez, no México, assim se casariam escondidos e depois seus pais teriam que aceitar essa realidade. Impulsiva e apaixonada Sheila aceita a proposta e segue em direção à um destino nunca antes por ela imaginado.

Durante a sua, decepcionante, lua-de-mel Brad é assassinado e Sheila é levada por um bando de pistoleiros para um refúgio nas montanhas do México. Apavorada com o que pode lhe acontecer Sheila se submete as ordens de Ráfaga, chefe do bando e dono de feições que não demostravam sentimentos, uma voz estranhamente serena e enganadora e olhos negros tão frios que gelavam até a alma.

Enquanto esperava que o bando fizesse contato com seus pais para o pedido do resgate Sheila ficou sob os 'cuidados' de Ráfaga. Com a forçada convivência logo uma inevitável paixão explode entre os dois. Sheila estava apavora por ter sido raptada, e mais apavorada por ter consciência do tipo de sentimentos que brotavam em seu coração.

“Sem pensar em nada, sem ter consciência do tempo ou do local, Sheila
deixou que ele a levasse aos píncaros desconhecidos do desejo. Parou
de pensar em Ráfaga como seu captor implacável.
Jamais sonhara poder entregar-se com tal abandono,
nem querer receber com tanta ansiedade egoísta tudo que lhe era dado.
Quando as chamas finalmente se extinguiram, Sheila levou diversos
minutos até abrir caminho por entre a escuridão.
Abrindo os olhos tontos de paixão,
viu Ráfaga observando-a preguiçosamente. Mentalmente, admitiu que ele
 era dono do seu corpo e alma, e se deu conta, com fatalismo,
de que ninguém mais teria tanto poder sobre sua carne e espírito.”
(pág. 171)

A Carícia do Vento é um romance com uma história de amor arrebatadora, intensa e febril. Foi quase impossível largar o livro, me perdi em suas páginas durante a noite e quando percebi já estava amanhecendo. Quando li a sinopse pensei "Puxa, ela vai se apaixonar por um bandido?" mas, ok, dei uma 'chance' para a estória e quando percebi estava eu, também, apaixonada por Ráfaga! (suspiros!).

Mas quem não gosta de romance de mulherzinha, de banca, água com açúcar, (...) deve manter-se a uma distância segura de 'A Carícia do Vento', pois ele é um romance 'rasgado' mesmo, com todos os clichês que tem direito! Mocinha frágil, indefesa, tapas e beijos, entregas e renúncias. Mocinho 'bandido', possessivo, sedutor, Aff... um delícia para sonhar e se derreter!

A única 'maldade' do livro é que Janete Dailey bem que poderia ter escrito mais umas 20 páginas ou um epílogo para finalizar a estória com chave de ouro. O livro terminou e fiquei com uma sensação de 'quero mais' imaginando um monte de coisas que poderia acontecer a partir dali.


24 comentários :

  1. Menina, falam muito desse livro, mas eu não me animo a ler não. Isso daí é Síndrome de Estocolmo pura. Não curto esse lance. Já tive problemas pra gostar de Amor Selvagem da Rosemary Rogers por isso, entre outras coisas. E quando li Lover Unbound (Amante Liberado) da J.R. Ward essa foi uma das coisas que me fez desgostar do livro também...
    Sendo assim, já viu. Vou passar.

    ResponderExcluir
  2. Parece uma história bem legal! Não lembro dessa autora...
    E tem livro que é assim, a falta de um epilogo é um pecado contra a obra, principalmente quando ela é boa!

    bjuss

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lilian!!

    É quem não gosta é melhor passar mesmo senão causa uma angústia. Tem uma passagem que que me deixou bem aflita, mas depois acabei entendendo o pq daquilo acontecer...

    sei lá, amei esse livro de janet Dailey assim como amei Amante Indócl, e esse o nome já diz tudo! rsrsr

    ResponderExcluir
  4. Hum... Síndrome de Estocolmo... vou ler pra saber o que acho...

    beijos,
    Dé...

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada do tipo, mas devo admitir que morro de curiosidade, parece uma ótima distração ^.^

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Pensei a mesma coisa que vc: 'Mas ela vai se apaixonar por um bandido?!'... mas, se vc diz que o cara é apaixonável, mesmo, então eu acredito, hehe... acho que vou botar na lista, pq eu me enquadro direitinho nos requisistos que vc mencionou e que disse serem necessários pra gostar do livro! ;)

    Bjoos!

    ResponderExcluir
  7. Ahhh Mirian, tô precisando um um romance de banca com essa cara!! ADOREI!!!
    Se apaixonar pelo bandidão é meio trash, mas é tão "proibido", né??
    Bj
    Alê

    ResponderExcluir
  8. Ei Miriam,

    Acho que não é meu estilo, sempre sinto falta de algo nos romances agua com açúcar mas adorei a resenha.

    P.S: Sim tem muitos nacionais excelentes, se eu posso sugerir comece por Dragões de Éter ^^

    bjooo

    ResponderExcluir
  9. oi Miriam, eu não tenho vontade de ler esse livro. =/
    Não identifiquei com a história, infelizmente. ^^

    beijos. ^^

    ResponderExcluir
  10. Oi Miriam... desculpe eu estar sumida.. em todo final de ano parece que junta tudo e eu ñ tenho tempo para nada =/

    Quanto ao livro.. eu fiz a mesma pergunta: "ela vai se apaixonar por um bandido?" Como assim?? hauahuhauhuha...
    Não tenho o costume de ler esse tipo de livro.. mas confesso que agora fiquei com vontade.. ^^

    bjoss.. agora vou voltar mais vezes aqui ;D

    Aaahh.. meu blog já está no ar =)
    Dps me diz se ficou bom. bjoosss

    ResponderExcluir
  11. Oi Mirian!
    Tudo bem!?
    Vi seu recado lá no blog da Giu e resolvi vim visitar!!!
    Adorei o blog!
    Nossa esse livro está me chamando! Já li duas resenhas e agora a sua!
    Fiquei interessada.

    Histórias com muito sofrimento me chamammm
    Bjs


    Nii
    Faz Parte...

    Espero sua visita!
    Estou te seguindo!

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. OI Miriam, eu to pendurada nesse livro faz um tempão. Toda vez q vou comprar acabo desistindo e comprando outro. Mas não vou deixar passar nao a Janet é uma escritora incrível e não dá pra deixar uma história maravilhosa dessa.

    Um super bj.

    ResponderExcluir
  13. Obrigada Mirian!!

    Fiquei feliz com sua visita!

    Tem entrevista lá no blog!

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. TInha esse livro em ebook, mas sabe neh... não curto muitol er em ebook so em caso de urgencia (tipo falta de verba), mas essa resenha simplesmente fez eu querer ler!

    ResponderExcluir
  15. Nunca li um romance de banca, acho que eles são voltados mais para mulheres!! A propria resenha comprova isso!!
    Excelente resenha e adorei o blog!!


    Abraço


    Luiz Silva
    blogueiroleitor.blgospot.com

    ResponderExcluir
  16. Li o livro e amei.Leio A Carícia do Vento várias vezes e não em canço. Um livro criativo,excitante e apaixonante

    ResponderExcluir
  17. Oi, Gracinha!

    Gostei tanto do livro que custei a devolvê-lo na biblioteca. Vou comprá-lo para ler e reler quando sentir saudades de Ráfaga! (suspiros!)

    ResponderExcluir
  18. Já tive este livro nas minhas mãos e empretei e nunca mais me devolveram.No entanto para quem goste de amar um homem forte espitualmente, ame Ráfaga mesmo que seja no seu pensamento.


    Ráfaga é o cara!

    ResponderExcluir
  19. Anônimo!

    Concordo!! Ele é o cara! Ele, sim, está na minha lista de mocinhos que provocam suspiros!!

    ResponderExcluir
  20. bem , eu lí a ca´ricia do vento 3 vzs é claro que com anos de espaço e... amo ler.
    Claro que é aquele romance que vc nunca diz que leu pra algumas pessoas rsrsrs.
    Acho que qualquer uma que começa a ler só para quando termina e depois que termina vc fica olhando se ainda tem mais porque dá a impressão que a história continua.
    Acho lindo a parte que ela foge e ele atira na égua sabendo que se errase a bala acertaria nela.

    ResponderExcluir
  21. Será que a janet Dailey já pensou em continuação?
    Porque sempre que leio os comentários tenho a impressão que todas que leram ficaram com gostinho de quero mais.

    A mesma impresão que dá quando assistimos e o vento levou.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Ana Carolina!

    Nossa, eu amaria uma continuação!! Amei essa leitura e, como vc, vou lê-lo várias vezes tbm.

    obrigado pelos comentários! Volte sempre!!

    beijOOO

    ResponderExcluir
  23. concordo plenamente com vc ana caronina eu tanbem amei o livro quando eu saia de casa eu ficava com vontade de voltar para casa para entrar na quele mundo tao marivilhozo pois tinha dias que eu ficava lendo a noite e passava o tempo eu ia dormi na madrugada eu chegava ate a voltar a pagina de tao lindo o livro mas o fim podia ser mais longo pois concordo com vc o fim acabou com um gostinho de (quero mais )

    ResponderExcluir
  24. Amei o livro, li e também não quis largago-lo rsrs, é perfeito!

    ResponderExcluir

Qual a sua opinião?

Comente a vontade e faça parte do blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Todos os marcadores

Livros ( 130 ) Novo Conceito ( 33 ) receitas ( 27 ) Promoção ( 26 ) guloseimas ( 24 ) Mensagens ( 23 ) lançamentos ( 22 ) Variedades ( 21 ) Resenha ( 19 ) Selinhos e mimos ( 17 ) Bobagens ( 14 ) Editora Arqueiro ( 13 ) Editora Planeta ( 13 ) Resultado de sorteio ( 13 ) divulgação ( 12 ) Danielle ( 11 ) Desafio Literário ( 10 ) Poesia ( 8 ) Coragem hoje é segunda-feira ( 6 ) Circuito Novo Conceito ( 5 ) Meg Cabot ( 5 ) Uma resenha pra chamar de minha ( 5 ) Editora Essência ( 4 ) Filmes ( 4 ) L. J. Smith ( 4 ) Marian Keyes ( 4 ) Nora Roberts ( 4 ) Novo Século ( 4 ) Universo dos Livros ( 4 ) Desafio Literário 2015 ( 3 ) Editora Intrínseca ( 3 ) Editora Underworld ( 3 ) Jeff Lindsay ( 3 ) Lisa Mcmann ( 3 ) Literatura Estrangeira ( 3 ) Literatura Nacional ( 3 ) Nicholas Sparks ( 3 ) Nicole Jordan ( 3 ) Rachel Gibson ( 3 ) Régine Deforges ( 3 ) Siobhan Vivian ( 3 ) Stieg Larsson ( 3 ) A Mediadora ( 2 ) Abbi Glines ( 2 ) Amazon ( 2 ) Beth Fantaskey ( 2 ) Carole Matthews ( 2 ) Dica de Leitura ( 2 ) Ebook ( 2 ) Editora Saída de Emergência ( 2 ) Editora Sextante ( 2 ) James Patterson ( 2 ) Jenna Black ( 2 ) Jenny Han ( 2 ) Jodi Picoult ( 2 ) Lançamento ( 2 ) Paulo de Castro ( 2 ) Portia da Costa ( 2 ) desabafo ( 2 ) Alicia Gallotti ( 1 ) Ally Carter ( 1 ) Amy Morin ( 1 ) Ana Paula Bergamasco ( 1 ) Angela Morrison ( 1 ) Anna Fagundes Martino ( 1 ) Anthony E. Zuiker ( 1 ) Audrey Niffenegger ( 1 ) Audrey Nixon ( 1 ) Babi Dewet ( 1 ) Barbara Delinsky ( 1 ) Becca Fitzpatrick ( 1 ) Bella Andre ( 1 ) Bernhard Schlink ( 1 ) Bruna Ischaffon ( 1 ) Cecelia Ahern ( 1 ) Chelsea Cain ( 1 ) Christine Feehan ( 1 ) Christine M. ( 1 ) Chuck Hogan ( 1 ) Clarice Lispector ( 1 ) Colleen McCullough ( 1 ) Dan Gemeinhart ( 1 ) Daniel Glattauer ( 1 ) David Gilmour ( 1 ) Drama ( 1 ) Duane Swierczynski ( 1 ) E. L. James ( 1 ) Editora Galera ( 1 ) Editora Globo ( 1 ) Editora Jardim dos Livros ( 1 ) Editora Modo ( 1 ) Editora Multifoco ( 1 ) Editora Pandorga ( 1 ) Editora Porto 71 ( 1 ) Editora Todas as Falas ( 1 ) Elizabeth Chandler ( 1 ) Elizabeth Gilbert ( 1 ) Enderson Rafael ( 1 ) Entrevista ( 1 ) Estantes ( 1 ) Eventos ( 1 ) FML Pepper ( 1 ) Fenelivro ( 1 ) Fern Michaels ( 1 ) Ficção ( 1 ) Gabrielle Charbonnet ( 1 ) Galera Record ( 1 ) Gary Smalley ( 1 ) Guilhermo Del Toro ( 1 ) Howard Roughan ( 1 ) Hugh Laurie ( 1 ) James A. Owen ( 1 ) James Bowen ( 1 ) Janaina Rico ( 1 ) Jane Austen ( 1 ) Janet Dailey ( 1 ) Jessica Spotswood ( 1 ) Jill Mansell ( 1 ) John Corey Whaley ( 1 ) John Green ( 1 ) Jojo Moyes ( 1 ) Joseph Ratzinger ( 1 ) Josiane Veiga ( 1 ) Julia Donovan ( 1 ) Julie Garwood ( 1 ) Karen Kingsbury ( 1 ) Karyn Bosnak ( 1 ) Katherine Applegate ( 1 ) Kiko Nogueira ( 1 ) Kimberly McCreight ( 1 ) Lauren Weisberger ( 1 ) Leisa Rayven ( 1 ) Leitura Nacional ( 1 ) Leticia Wierzchowski ( 1 ) Lilian Dorea ( 1 ) Marcelo Lima ( 1 ) Marco de Moraes ( 1 ) Marcos Bulzara ( 1 ) Maria Beaumont ( 1 ) Martha Argel ( 1 ) Mauricio Gomyde ( 1 ) Michael Grant ( 1 ) Nina Malkin ( 1 ) Não ao plágio ( 1 ) PE ( 1 ) Paolo Flores d'Arcais ( 1 ) Patrick deWitt ( 1 ) Paula Pimenta ( 1 ) Paulo Castro ( 1 ) Paulo Coelho ( 1 ) Primeiras Linhas ( 1 ) Prêmio Bang ( 1 ) Record ( 1 ) Romance ( 1 ) Rosana Rios ( 1 ) Rubem Alves ( 1 ) Sara Fawkes ( 1 ) Sarah Lotz ( 1 ) Sextante ( 1 ) Sobrenatural ( 1 ) Stacey Jay ( 1 ) Stella Florence ( 1 ) Stephanie Perkins ( 1 ) Stephenie Meyer ( 1 ) Suma de Letras ( 1 ) Susan Wiggs ( 1 ) Susane Colasanti ( 1 ) T. Greenwood; Livros ( 1 ) Tony Buzan ( 1 ) Vanessa de Cássia ( 1 ) Vida e Consciência ( 1 ) Wendy Markham ( 1 ) YA ( 1 ) Zíbia Gasparetto ( 1 ) amostrinha ( 1 ) corrida ( 1 ) cote ( 1 ) cotidiano ( 1 ) dicas ( 1 ) e-books ( 1 ) hora do planeta ( 1 ) runner ( 1 ) tags ( 1 )

Direitos do leitor (Daniel Pennac)

1. O direito de não ler.

2. O direito de pular páginas

3. O direito de não terminar um livro.

4. O direito de reler.

5. O direito de ler qualquer coisa.

6. O direito ao bovarismo (doença textualmente transmissível).

7. O direito de ler em qualquer lugar.

8. O direito de ler uma frase aqui e outra ali.

9. O direito de ler em voz alta.

10. O direito de se calar.


Leve adiante...

"Se um dia os homens colocarem a paz, a amizade e a compreensão acima de tudo, qualquer lugar do mundo será um bom lugar." (autor desconhecido)







Leitores pelo mundo.

  © Livros, Bobagens e Guloseimas! - Desde 28 de julho de 2009 - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo